National Interest nomeia 5 melhores tanques da Rússia

© Sputnik / Aleksei Filippov / Abrir o banco de imagensTanque T-72B3 no ensaio do desfile militar na Praça Vermelha em Moscou, Rússia
Tanque T-72B3 no ensaio do desfile militar na Praça Vermelha em Moscou, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A revista National Interest publicou uma lista dos melhores tanques de combate desenvolvidos na URSS e na Rússia.

T-14 Armata

O líder da classificação se tornou o tanque de nova geração T-14 Armata. As suas características estruturais fazem dele o "tanque potencialmente mais perigoso do mundo".

A mídia destacou o motor a diesel de 1.500 litros, o que proporciona ao tanque uma ótima relação entre potência e peso, bem como o sistema de proteção dinâmica modular Malakhit.

T-95

O segundo da lista é o projeto do promissor veículo de combate T-95. Ele é considerado "talvez o tanque russo mais mortífero".

Esperava-se que esse produto ultrapassasse os tanques de batalha principais da OTAN, tanto em termos de proteção como de poder de fogo.

Nomeadamente, estava previsto equipar o veículo com um canhão de 152 milímetros localizado na torre desabitada e colocar a reserva de munições embaixo dela. No entanto, as características técnicas exatas do projeto foram classificadas.

T-90

A edição nomeou o T-90 como o tanque de terceira geração mais utilizado pelo Exército russo. Após a modificação dos sistemas de proteção e de armamentos e com sua nova blindagem, este carro de combate pode ultrapassar os tanques americanos M1 Abrams.

T-54/T-55

O 4º lugar foi atribuído pelos peritos à família de tanques T-54/T-55. Note-se que estes veículos têm participado em muitas operações militares desde a Síria ao Iraque e estão entre os tanques mais "experimentados" do mundo.

T-34

Fechou a lista o lendário tanque soviético T-34. Constata-se que este veículo de combate diferia dos antecessores por sua blindagem mais pesada, devido à qual o Exército Vermelho conseguiu resistir eficazmente aos canhões antitanque alemães, nomeadamente o Pak-36.

Ao mesmo tempo, o T-34 conta com as maiores perdas em combate, mas isso é provável que seja explicado pela falta de formação das tripulações, diz o material.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала