Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Trump chama presidente egípcio de 'ditador favorito', relata mídia

© REUTERS / Kevin LamarqueO presidente dos EUA, Donald Trump, aperta as mãos do presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, no escritório oval da Casa Branca em Washington.
O presidente dos EUA, Donald Trump, aperta as mãos do presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, no escritório oval da Casa Branca em Washington. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou seu homólogo egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, de "ditador favorito" durante encontro com o mesmo na cúpula do G7 na França, segundo o Wall Street Journal.

O caso teria acontecido em um dos quartos do Hôtel du Palais em Biarritz, França, enquanto Trump esperava o presidente egípcio para um encontro no dia 26 de agosto durante a cúpula do G7. Diante de membros de sua delegação e da egípcia, o americano teria perguntado em tom de brincadeira "onde está meu ditador favorito".

Apesar da gozação do presidente, nenhum membro de ambas as delegações riu, publicou o Wall Street Journal.

O jornal americano cita mais de uma pessoa presente durante o ocorrido. As testemunhas teriam dito que Trump fez a brincadeira em tom de voz audível. Não é sabido se Abel al-Sisi ouviu a brincadeira de Trump.

Acusações

O presidente egípcio tem enfrentado acusações de uso excessivo de força em seu país. Há décadas que o Egito está sob o poder de sua classe militar, com exceção do breve governo do presidente Mohamed Mursi, de 30 de junho de 2012 a 3 de julho de 2013.

Um dos principais pontos da agenda do Cairo tem sido a eliminação completa de grupos extremistas em seu território, em particular na península do Sinai.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала