Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Por unanimidade, Câmara argentina aprova projeto que declara 'emergência alimentar' no país

© REUTERS / Agustin MarcarianManifestantes se concentram em Buenos Aires para pressionar pela aprovação de estado de "emergência alimentar" na Argentina
Manifestantes se concentram em Buenos Aires para pressionar pela aprovação de estado de emergência alimentar na Argentina - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou um projeto que declara "emergência alimentar" no país nesta quinta-feira (12).

O projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara com 222 votos e uma abstenção e agora segue para apreciação do Senado.

Segundo o texto, o projeto prevê um aumento mínimo de 50% no orçamento destinado a programas de alimentação e nutrição este ano. Se aprovada, a “emergência alimentar” vigoraria até dezembro de 2022.

O último relatório sobre alimentação do Observatório da Dívida Social Argentina da Universidade Católica (UCA) mostrou que, no ano passado, 29,3% das famílias argentinas estavam em estado de insegurança alimentar.

Do lado de fora da Câmara em Buenos Aires movimentos sociais e partidos de esquerda organizaram um acampamento contra a fome e pressionaram os deputados.

Uma das principais promesses de campanha durante as eleições de 2015 do presidente da Argentina, Mauricio Macri, era a de zerar a taxa de pobreza na Argentina.

Porém, durante o período em que ficou a frente do governo, a pobreza aumentou, passando de 29% para 32%, segundo dados oficiais.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала