AIEA: Irã segue violando acordo nuclear de 2015

© AP Photo / Vahid SalemiInstalação nuclear iraniana a 410 km de Isfahan em 3 de fevereiro de 2007
Instalação nuclear iraniana a 410 km de Isfahan em 3 de fevereiro de 2007 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) afirmou que Teerã segue violando termos do acordo nuclear firmado em 2015 com as potências do grupo P5+1, segundo um relatório publicado nesta sexta-feira.

De acordo com esse documento confidencial distribuído para os Estados-membros do órgão e consultado pela agência AP, o estoque de urânio pouco enriquecido do Irã ainda excede o limite permitido pelo chamado Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), assinado há quatro anos por Irã, Alemanha, China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia. 

​O JCPOA estabelece um teto de 3,67% de enriquecimento para o urânio iraniano. Mas, atualmente, segundo a AIEA, o país estaria enriquecendo urânio a 4,5%. 

Tais violações foram anunciadas pelo próprio governo iraniano e confirmadas pela AIEA no último mês. Elas têm como objetivo pressionar os signatários do acordo a fornecer novos incentivos econômicos para ajudar a equilibrar os danos provocados pelas novas sanções adotadas pelos EUA, país que deixou unilateralmente o Plano Conjunto de Ação Integral no ano passado. 

​Segundo a Agência Internacional de Energia Atômica, o Irã continua permitindo que os inspetores internacionais monitorem suas instalações nucleares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала