- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, é internado em Brasília

© REUTERS / Adriano MachadoMinistro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.
Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, foi internado em Brasília, segundo servidores do Hospital das Forças Armadas.

O ministro, de 44 anos, foi internado no Hospital das Forças Armadas (HFA) na noite da terça-feira (27), entretanto, a unidade e o ministério não confirmam a internação.

Nesta quarta-feira, Salles participaria de uma cerimônia para assinatura do Acordo de Cooperação Técnica Águas Jurisdicionais Brasileiras no Gabinete do Comandante da Marinha, em Brasília. A assinatura do acordo foi cancelada, conforme o portal G1.

A cerimônia ainda contaria com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Questionado se o estado de saúde de Salles estaria relacionado à situação da Amazônia, Bolsonaro afirmou não saber da internação e que o ministro "não está na pilha de nervos nessa situação [da Amazônia]".

De acordo com boletim médico, divulgado pelo Ministério da Defesa, Salles deu entrada no HFA com "mal-estar". No momento, seu quadro de saúde é estável.

"A equipe assistente optou pela internação hospitalar para realização de exames de rotina [...]", cita o boletim.

Salles e Amazônia

O ministro está envolvido no caso das queimadas na Amazônia, tanto que na segunda-feira (26), Salles havia criticado gestões anteriores, além de afirmar que o problema da Amazônia não é a fiscalização.

"Ah, tem que fiscalizar? Bom, mas são cinco milhões de quilômetros quadrados. Não é como fiscalizar uma praça; É uma área gigantesca", afirmou Salles.

© REUTERS / Ueslei MarcelinoFumaça ganha tom vermelho das chamas que se alastram pela Amazônia
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, é internado em Brasília - Sputnik Brasil
Fumaça ganha tom vermelho das chamas que se alastram pela Amazônia

Salles também declarou que a ajuda do G7 relacionada às queimadas da Amazônia é "sempre bem-vinda", entretanto, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o governo rejeitaria a ajuda financeira.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала