- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Após vazamento, procuradora da Lava Jato pede desculpas a Lula

© REUTERS / Rodolfo BuhrerO ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva chega à sede da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre sua sentença, após ir ao velório de seu neto de 7 anos, em 2 de março de 2019.
O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva chega à sede da Polícia Federal em Curitiba,  onde cumpre sua sentença, após ir ao velório de seu neto de 7 anos, em 2 de março de 2019. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A procuradora da República, Jerusa Viecili, usou as redes sociais para se desculpar após novas revelações da Vaza Jato.

O pedido de desculpas de Viecili foi postado em sua conta no Twitter na noite desta terça-feira (27).

Mais cedo, o UOL publicou reportagem com mensagens de vazamentos recebidos pelo site Intercept Brasil.

Nas mensagens reveladas pela reportagem procuradores da Operação Lava Jato ironizam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em momentos de luto nos casos de falecimento de sua esposa, Maria Letícia, de seu irmão, Genival Inácio da Silva, e de seu neto, Arthur Araújo Lula da Silva.

Nas mensagens, os procuradores conversam sobre uso político das mortes e os pedidos da defesa para que Lula fosse aos velórios do neto e do irmão.

A reportagem mostra comentários da procuradora após a morte do neto de Lula, que faleceu aos 7 anos após infecção generalizada.

"Preparem para nova novela ida ao velório", teria a dito a procuradora após a notícia da morte.

O pedido de desculpas da procuradora é endereçado diretamente ao ex-presidente Lula.

Apesar de reconhecer que as mensagens eram verdadeiras, a procuradora afirma em outras postagens que as mensagens são "fruto de crime" e que "têm sido descontextualizadas ou deturpadas para fazer falsas acusações".

Viecili também afirma que os procuradores nunca negaram a veracidade de parte das mensagens, mas que é "impossível recordar de detalhes de 1 milhão de mensagens em 5 anos intensos".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала