Coreia do Norte lança projéteis não identificados sobre o mar do Japão

© REUTERS / KCNALançamento de um míssil durante testes a partir de um local desconhecido na Coreia do Norte (foto da agência KCNA, publicada em 7 de agosto de 2019)
Lançamento de um míssil durante testes a partir de um local desconhecido na Coreia do Norte (foto da agência KCNA, publicada em 7 de agosto de 2019) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (23), a Coreia do Norte lançou projéteis não identificados no mar do Japão, informou a mídia sul-coreana, citando autoridades japonesas.

Segundo publicado pela agência de notícias Yonhap, as autoridades japonesas acreditam que a Coreia do Norte tenha disparado mísseis balísticos. Os projéteis teriam sido lançados da província de Hamgyong, no sul do país, disseram os chefes do Estado-Maior Conjunto do Japão.

"Nosso exército está monitorando a situação em caso de novos lançamentos e mantendo uma postura de prontidão", acrescentaram os militares, conforme citados pela mídia sul-coreana.

Esse é o 7º teste de mísseis, realizado pela Coreia do Norte desde 25 de julho. Os testes anteriores foram realizados em 25 de julho, em 31 de julho, 2 de agosto, 6 de agosto, 10 de agosto e 16 de agosto.

As relações políticas na península coreana melhoraram significativamente ao longo de 2018, ano em que aconteceram encontros entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o presidente dos EUA, Donald Trump.

© AP Photo / Susan WalshPresidente dos EUA Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un durante encontro na linha demilitarizada, 30 de junho de 2019
Coreia do Norte lança projéteis não identificados sobre o mar do Japão - Sputnik Brasil
Presidente dos EUA Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un durante encontro na linha demilitarizada, 30 de junho de 2019

Em junho de 2018, Kim e Trump chegaram a um acordo, estipulando que a Coreia do Norte faria esforços para promover a desnuclearização completa da península em troca da paralisação de exercícios militares conjuntos entre a Coreia do Sul e os EUA. Os norte-coreanos também reivindicam o fim das sanções impostas pelos EUA.

No entanto, o processo de negociação entre os países estagnou este ano. Recentemente as tensões voltaram a crescer após os novos testes de mísseis de Pyongyang.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала