Guerra comercial: Goldman Sachs alerta sobre risco de recessão nos EUA

© AP Photo / Alex BrandonEncontro entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder da China, Xi Jinping em Mar-a-Lago, Palm Beach, Flórida, 6 de abril de 2017
Encontro entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder da China, Xi Jinping em Mar-a-Lago, Palm Beach, Flórida, 6 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O banco norte-americano Goldman Sachs alertou neste domingo (11) sobre o risco de recessão econômica nos Estados Unidos.

Os temores de uma recessão, segundo o banco, estão aumentando devido ao desenvolvimento da guerra comercial entre China e EUA. O banco também vinculou esse aumento de temores à diminuição da chance de um acordo entre os dois países antes das eleições presidenciais nos EUA, em 2020.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou no dia 1 de agosto que aplicaria tarifas de 10% sobre US$ 300 bilhões em importações de produtos chineses. Em resposta a China suspendeu a compra de produtos agrícolas dos EUA. A moeda chinesa também se desvalorizou, levantando acusações de manipulação do câmbio.

Segundo publicou a Reuters, o Goldman Sachs afirmou que reduziu sua previsão de crescimento dos EUA para o 4º trimestre do ano, reduzindo para 1,8% - queda de 0,2%.

"Em geral, aumentamos nossa estimativa sobre o impacto da guerra comercial", disse uma nota do banco enviada a seus clientes e assinada por seus três economistas.

A nota, conforme publicou a Reuters, também alertas que há risco de diminuição da atividade doméstica das empresas norte-americanas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала