Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Turquia condena embargo dos EUA contra Venezuela

© AP Photo / Emrah GurelBanderia da Turquia vista durante protestos em Antália. 15 de novembro, 2015.
Banderia da Turquia vista durante protestos em Antália. 15 de novembro, 2015. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Turquia se opõe à decisão de Washington de adotar novas medidas restritivas em relação aos bens das autoridades venezuelanas, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, Hami Aksoy, nesta sexta-feira.

Na terça-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou uma ordem executiva que bloqueia os ativos do governo da Venezuela dentro da jurisdição dos EUA, incluindo aqueles pertencentes ao banco central do país e à companhia de petróleo PDVSA. Também autoriza sanções contra quem apoiar o presidente venezuelano Nicolás Maduro.

"Nós desaprovamos a Ordem Executiva dos EUA 'Bloqueio de Propriedade do Governo da Venezuela', prevendo sanções abrangentes à Venezuela...Estamos preocupados que a referida ordem executiva irá piorar as dificuldades econômicas já enfrentadas pelo povo venezuelano e impactar negativamente as iniciativas em encontrar uma solução política na Venezuela ", disse Aksoy em um comunicado.

O decreto norte-americano foi assinado no dia 5 de agosto, durante as negociações entre o governo venezuelano e a oposição em Barbados, mediados pela Noruega.

A Turquia acredita que, para encontrar a melhor solução para a crise na Venezuela, todas as partes devem continuar contribuindo para o processo de diálogo político, concluiu o porta-voz.

A Venezuela vive uma ampla crise política e humanitária que se intensificou em janeiro, quando, após contestar a reeleição de Maduro, o líder da oposição, Juan Guaidó, se declarou ilegalmente como presidente interino do país. Os Estados Unidos e alguns outros países reconheceram Guaidó. A Turquia, assim como a China, Cuba, Bolívia, Rússia e outros países seguem reconhecendo Maduro como o único presidente legítimo do país sul-americano.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала