EUA estendem sanções a Teerã e qualificam Irã como 'patrocinador do terrorismo'

© AP Photo / Vahid Salemi, FileTécnico iraniano em instalação de enriquecimento de urânio
Técnico iraniano em instalação de enriquecimento de urânio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, estendeu nesta quarta-feira as sanções impostas ao programa nuclear iraniano, segundo declarou a porta-voz do Departamento de Estado, Morgan Ortagus.

"Hoje, o secretário Pompeo prolongou as restrições ao programa nuclear do regime iraniano. A ação de hoje ajudará a preservar o controle sobre o programa nuclear civil do Irã, reduzirá os riscos de proliferação, limitará a capacidade do Irã de encurtar o tempo de acesso a uma arma nuclear e evitará que o regime restabeleça instalações para fins sensíveis à proliferação [nuclear]", disse Ortagus por meio de um comunicado. 

​De acordo com o Departamento de Estado norte-americano, "o principal patrocinador do terrorismo no mundo continua a usar seu programa nuclear para extorquir a comunidade internacional e ameaçar a segurança regional", mas os EUA estão decididos em seu compromisso de negar ao Irã qualquer caminho para uma arma nuclear e de usar toda a gama de ferramentas diplomáticas e econômicas para restringir as atividades nucleares de Teerã.

Mais cedo, em carta enviada ao Congresso, a diplomacia americana anunciou a prorrogação por 90 dias das isenções que permitem que empresas europeias, russas e chinesas realizem certos tipos de cooperação civil-nuclear com o Irã. Tais isenções, que deveriam expirar nesta quinta-feira, haviam sido objeto de acalorado debate interno, mas as autoridades dos EUA entenderam que deveriam dar mais tempo para que as empresas encerrassem suas operações, informou a ABC News.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала