- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro posta VÍDEO inédito do dia em que foi esfaqueado

© REUTERS / Adriano MachadoPresidente do Brasil, Jair Bolsonaro, visto durante cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado, no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), em Brasília, em 9 de julho de 2019
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, visto durante cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado, no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), em Brasília, em 9 de julho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente Jair Bolsonaro divulgou imagens inéditas do dia em que foi atacado com uma faca durante uma campanha política realizada em setembro de 2018 em Minas Gerais.

A gravação, publicada por Bolsonaro no Twitter, exibe o momento em que foi transferido de avião ao hospital, instantes depois de sido atacado.

Nas imagens é possível ver o presidente, que na época era candidato, deitado de olhos fechados e com uma sonda no nariz, enquanto médicos e seguranças o transferem para uma maca para ser levado à emergência.

​Na legenda do vídeo, Bolsonaro faz agradecimentos com referência ao atentado que sofreu no dia 7 de setembro de 2018.

O dia da facada

O ataque ocorreu durante uma campanha eleitoral à presidência na cidade de Juiz de Fora (Minas Gerais), enquanto Bolsonaro era carregado pelos seus simpatizantes entre as ruas. Nesse momento, um homem o atacou na região abdominal com uma faca.

O líder do Partido Social Liberal (PSL) teve de ser submetido a uma operação devido a hemorragias internas, perfurações no intestino e uma lesão grave no fígado.

O agressor, Adélio Bispo de Oliveira, foi imediatamente identificado e preso após ter confessado a autoria do crime, alegando estar seguindo "ordem de Deus".

Em junho, os tribunais brasileiros absolveram Oliveira depois de considerarem que ele não é criminalmente responsável por seus transtornos mentais e ordenaram sua prisão provisória até que os médicos determinassem que ele não é perigoso.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала