Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Elo perdido' para astronomia: NASA descobre trio de exoplanetas a 73 anos-luz da Terra

© NASA . Caltech/R. Hurt (IPAC/NASA)Vista distante do Planeta Nove (imagem referencial)
Vista distante do Planeta Nove (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
A agência espacial norte-americana descobriu três novos planetas a uma distância de 73 anos-luz da Terra e os cientistas afirmam que é provável que haja mais.

Pesquisadores dizem que descobriram três novos planetas fora do Sistema Solar que giram em torno de uma estrela situada a 73 anos-luz da Terra.

O trio está entre os menores e mais próximos exoplanetas conhecidos até agora, tendo sido descobertos graças ao satélite de pesquisa TESS, que foi enviado para o espaço em 2018 com o propósito de encontrar mundos novos em torno de estrelas vizinhas que pudessem albergar vida.

Dentro do sistema conhecido como TOI-270 há uma superterra rochosa que é um pouco maior que o nosso planeta, bem como dois mininetunos (planetas menores que Urano e Netuno, até 10 massas terrestres), sensivelmente com o dobro do tamanho da Terra.

Enquanto se acredita que a amplitude térmica no topo do planeta mais distante poderia abrigar algumas formas de vida, acredita-se que a atmosfera do planeta seja espessa e densa, criando um intenso efeito estufa que torna pouco provável a existência de água e vida no planeta.

A descoberta foi publicada na Nature Astronomy e despertou curiosidade dos cientistas sobre planetas do tipo "elo perdido", que não existem no nosso Sistema Solar.

Aqui nós temos pequenos planetas rochosos, tais como a Terra, Mercúrio, Vênus e Marte, e planetas gigantes gasosos muito maiores, como Saturno, Júpiter, Urano e Netuno, porém não existe nada intermédio.

"TOI-270 irá nos permitir em breve analisar o 'elo perdido' entre planetas rochosos parecidos com a Terra e os mininetunos dominados por gases, porque todos estes tipos se formaram no mesmo sistema", disse o chefe da pesquisa Maximilian Gunther, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

O mais próximo planeta dos três, o TOI-270 b, leva pouco mais de três dias para dar uma volta completa em torno da estrela, com os outros dois planetas TOI-270 c e TOI-270 d fazendo a volta em 5,7 dias e 11,4 dias respetivamente.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала