Inteligência militar dos EUA: Rússia e China são ameaças a curto e longo prazo

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensPresidente da Rússia Vladimir Putin participa de eventos realizados no âmbito da visita à Rússia do presidente da China Xi Jinping
Presidente da Rússia Vladimir Putin participa de eventos realizados no âmbito da visita à Rússia do presidente da China Xi Jinping - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Agência de Inteligência da Defesa (DIA) considera a Rússia e a China como ameaças a curto e longo prazo, respectivamente, disse o diretor da entidade, Robert Ashley.

"A Rússia é no curto prazo", disse ele, quando questionado sobre qual país é mais perigoso para os Estados Unidos, a Rússia ou a China.

O tenente-general Ashley discursou e apresentou suas análises durante o Fórum de Segurança de Aspen.

O chefe do DIA disse concordar com a opinião de que um país encurralado pode reagir de maneira imprevisível, e isso também se refere à Rússia.

"Milhares de ogivas nucleares [da Rússia] representam uma ameaça para a existência", disse o alto funcionário.

Enquanto isso, para Ashley, "os chineses lideram economicamente, são [ameaça] de longo prazo".

Ao mesmo tempo, ele descartou que esses dois países, assim como o Irã, busquem a guerra.

"O Irã não quer guerra, a China não quer guerra, nem a Rússia quer guerra, acho que todo mundo entende [...] que o resultado seria horrível para todos", afirmou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала