Tsipras perde eleição e Grécia terá novo primeiro-ministro

© AP Photo / Petros GiannakourisPrimeiro ministro grego, Alexis Tsipras (à direita), e ministro das Finanças, Euclid Tsakalotos, durante a seção parlamentar em Atenas
Primeiro ministro grego, Alexis Tsipras (à direita), e ministro das Finanças, Euclid Tsakalotos, durante a seção parlamentar em Atenas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A aliança de esquerda formada pelo Syriza, do primeiro-ministro grego Alexis Tsipras, admitiu a derrota nas eleições parlamentares deste domingo (7) após a publicação dos resultados das pesquisas de boca-de-urna.

De acordo com os resultados prévios, o Syriza deverá ganhar entre 26,5% e 30,5% dos votos e entre 77 e 82 lugares no Parlamento grego, enquanto seu principal rival, o partido conservador Nova Democracia, conseguirá algo entre 38% a 42% dos votos e levar entre 155 e 167 assentos. 

O novo premiê deverá ser Kyriakos Mitsotakis.

"Se os resultados das pesquisas se confirmarem, a Nova Democracia tem uma superioridade óbvia. Respeitamos o veredicto do povo, que é a quintessência da democracia, como sempre fizemos antes", disse uma fonte do Syriza ao canal ERT.

Ao mesmo tempo, segundo a fonte, o Syriza recebeu um grande número de votos em condições extremamente difíceis, o que indica que o partido continua a ser a voz de idéias de esquerda, progressistas e democráticas. Depois de quatro anos e meio no poder, o Syriza deixou para trás um país com dívidas governamentais administráveis, tesouro estatal confiável, desemprego reduzido, forte sistema de proteção social e a economia que vem crescendo por nove trimestres seguidos, ressaltou a fonte.

Ele também afirmou que o Syriza irá defender essas conquistas como o principal partido da oposição.

Enquanto isso, fontes da Nova Democracia classificaram sua vitória como "histórica".

No começo do dia, a pesquisa do canal ERT também mostrou que o partido socialista Kinal levou de 6-8% dos votos e 19 a 22 cadeiras. Os comunistas estão em quarto lugar, com 5-7% dos votos e 16 a 19 lugares. O DiEM25 do ex-ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, deve ganhar de 3-5% dos votos e de 8 a 14 cadeiras. 

O partido de extrema-direita Novo Amanhecer deverá legar algo entre 2,5-4,5% dos votos, com 13 cadeiras. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала