Coalizão nega que drones houthis atingiram alvos sauditas

Nos siga noTelegram
A coalizão árabe liderada pelos sauditas contra forças Houthis, no Iêmen, negou a afirmação dos rebeldes de que atingiram aeroportos sauditas usando drones, informou a mídia estatal saudita.

Um canal de notícias pró-Houthi afirmou mais cedo, neste sábado (6), que drones Qaeda-2K realizaram ataques precisos em "instalações militares" nos aeroportos de Jizan e Abha, no sul da Arábia Saudita;

Turki al-Maliki, porta-voz da Coalizão Árabe, disse que suas forças interceptaram e derrubaram os drones em pleno ar, conforme citado pela agência Saudi Press.

O porta-voz também declarou que a coalizão continuará seus ataques contra o movimento rebelde.

Os Houthis lançaram uma série de ataques contra os dois aeroportos nos últimos meses, matando um residente sírio e ferindo dezenas de civis, incluindo crianças.

Pior conflito da atualidade

Desde 2015, em decorrência do conflito entre os Houthis e o governo, apoiado pela Coalizão, o Iêmen vive uma crise humanitária classificada pela Organização das Nações Unidas (ONU), como a pior da atualidade.

O país já teve dezenas de milhares de mortos e convive com surtos de doenças, falta de abastecimento e conflitos diários. Mais de 400 hospitais no país foram bombardeados desde o início do conflito.

A ONU estima que até o final de 2019 o número de mortos como consequência do conflito iemenita chegue a 233 mil, sendo que 60% deste número seja de crianças com menos de 5 anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала