- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

10 ex-ministros da Ciência lançam manifesto contra políticas de Bolsonaro

© REUTERS / Jorge SilvaPresidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante entrevista coletiva na cúpula do G20 em Osaka, Japão, 29 de junho de 2019
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante entrevista coletiva na cúpula do G20 em Osaka, Japão, 29 de junho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Foi lançado nesta segunda-feira (1), na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um manifesto assinado por dez ex-ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação contra a condução do setor pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O grupo reúne membros de administrações de diferentes matizes políticas e afirma que tem "profunda preocupação" com o atual quadro de cortes orçamentários. 

"Desqualificar as universidades públicas que produzem mais de 90% da pesquisa brasileira e a privatização de empresas estratégicas, são equívocos que podem custar caro à sociedade brasileira", afirma o manifesto dos ex-ministros da Educação.

Antes da atual iniciativa, antigos titulares das pastas do Meio Ambiente, Educação e Justiça também publicaram manifestos contra os rumos do governo Bolsonaro
Presente no evento na UFRJ e ex-ministro, Aloízio Mercadante afirmou em entrevista à Sputnik Brasil que o manifesto é um "alerta à sociedade brasileira".

Segundo o antigo ministro da gestão de Dilma Rousseff, o Brasil ficará para trás na economia global se não fizer investimentos em ciência e tecnologia. Mercadante também afirma que Bolsonaro não baseia suas decisões em evidências e questiona fatos concretos, como o aquecimento global. 

"Nós temos um governo que não baseia suas políticas públicas na pesquisa científica, nos fatos, na evidência empírica."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала