- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Após troca de afagos com Trump no G20, Bolsonaro sugere acordo bilateral com os EUA

© REUTERS / KEVIN LAMARQUEEncontro entre o presidente dos EUA Donald Trump com o mandatário brasileiro Jair Bolsonaro no G20, no Japão
Encontro entre o presidente dos EUA Donald Trump com o mandatário brasileiro Jair Bolsonaro no G20, no Japão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente brasileiro Jair Bolsonaro cogitou a possibilidade de um acordo de livre comércio entre seu país e os Estados Unidos quando se reuniu com o líder norte-americano, Donald Trump, à margem da cúpula do G20, que acontece na cidade japonesa de Osaka.

"Na reunião com o presidente Donald Trump, abordamos as questões discutidas na visita a Washington e apresentamos a ideia de um acordo de livre comércio para fortalecer ainda mais nossa parceria econômica", informou Bolsonaro em sua conta no Twitter.

O presidente brasileiro acrescentou que "trabalhando juntos, o Brasil e os EUA podem ter um impacto muito positivo no mundo".

No mês passado, o diplomata argentino Agustin Colombo afirmou à Sputnik que um acordo bilateral entre Brasil e EUA poderia estar no radar de Bolsonaro, e que isso poderia ter sérios efeitos contrários aos interesses do Mercosul.

Bolsonaro se reuniu com Trump em Washington em meados de março, que foi sua primeira visita oficial a um presidente estrangeiro desde que assumiu o cargo.

Afagos

Além de acordos, Bolsonaro e Trump trocaram afagos durante o encontro em solo japonês.

"Ele [Bolsonaro] é um homem especial, muito bem, muito amado pelo povo do Brasil", comentou Trump, sorrindo amplamente.

Por sua vez, o presidente brasileiro devolveu a gentileza.

"Eu tenho sido um grande admirador de você por algum tempo, mesmo antes de sua eleição. Eu apoio o Trump, eu apoio os EUA, apoio a sua reeleição", acrescentou.

O ex-capitão do Exército pode ser um aliado relativamente raro para Trump em uma reunião do G20 que deve ser uma das mais conturbadas em anos, com disputas sobre o comércio, as mudanças climáticas e as tensões no Oriente Médio na agenda.

Como Trump, Bolsonaro é considerado um céptico da mudança climática, e o brasileiro também se inscreve no amor dos líderes sociais dos EUA.

Ele imortalizou seu encontro em uma foto postada em sua conta oficial no Twitter, mostrando-o posando ao lado de Trump na pose característica do líder dos EUA: um sinal positivo.

A cúpula do G20 é realizada nesta sexta e sábado na cidade japonesa de Osaka.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала