Trump diz que não cancelou ordem sobre ataque ao Irã

© Sputnik / StringerPresidente dos EUA, Donald Trump, durante um encontro com eleitores, 18 de junho de 2019
Presidente dos EUA, Donald Trump, durante um encontro com eleitores, 18 de junho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou neste domingo (23), que não cancelou a ordem sobre o ataque ao Irã, mas apenas o suspendeu por algum tempo.

"Eu nunca revoguei o ataque contra o Irã, como as pessoas estão informando incorretamente, eu simplesmente impedi de avançar neste momento!", escreveu o presidente dos EUA em sua conta no Twitter.

Além disso, durante a conversa com repórteres na Casa Branca neste sábado (22), o presidente americano disse que aplicará novas sanções contra o Irã e que a opção de uma ação militar contra Teerã ainda continua na mesa.

Na sexta-feira (21), Donald Trump afirmou que Washington estava pronto para atacar três instalações no Irã, porém, o presidente acabou por cancelar a operação dez minutos antes do início devido a prováveis vítimas.

Derrubada de drone dos EUA

Na quarta-feira (20), o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica afirmou que os militares iranianos haviam derrubado um drone dos EUA que teria invadido seu espaço aéreo perto do estreito de Ormuz.

© REUTERS / Agência de notícias TasnimPartes do suposto drone militar norte-americano derrubado por militares do Irã
Trump diz que não cancelou ordem sobre ataque ao Irã - Sputnik Brasil
Partes do suposto drone militar norte-americano derrubado por militares do Irã

Mais tarde, o Comando Central das Forças Armadas dos EUA (CENTCOM) afirmou que as forças iranianas tinham derrubado o drone americano no espaço aéreo internacional. Enquanto isso, Teerã insiste que o aparelho foi derrubado sobre território iraniano.

O incidente ocorreu em meio a uma escalada de tensão entre os EUA e o Irã. Washington acusa Teerã de ter atacado dois petroleiros nas proximidades do estreito de Ormuz em 13 de junho. Após o episódio, o presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu enviar mais 1.000 soldados para o Oriente Médio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала