Comandante iraniano: derrubada de drone americano é 'mensagem clara' para Washington

© AP Photo / Northrop Grumman via U.S. Navy, Erik HildebrandtDrone norte-americano RQ-4 Global Hawk. Esta é uma das aeronaves estacionadas na base aérea de Al-Dhafra
Drone norte-americano RQ-4 Global Hawk. Esta é uma das aeronaves estacionadas na base aérea de Al-Dhafra - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC), major-general Hossein Salami, declarou na quinta-feira (20) que a derrubada de drone dos EUA é "uma mensagem clara" para Washington sobre a prontidão de Teerã para reagir em caso de agressão.

"A derrubada do drone americano foi uma mensagem clara para [os Estados Unidos da] América [...] nossas fronteiras são a linha vermelha do Irã e reagiremos fortemente contra qualquer agressão", escreveu a agência Fars as palavras de Salami.

Ao mesmo tempo, Salami afirmou que seu país "não está buscando guerra" contra outras nações, mas está pronto para se defender.

Anteriormente, IRGC afirmou ter derrubado um drone Northrop Grumman RQ-4 Global Hawk dos EUA que teria invadido seu espaço aéreo na província de Hormozgan, perto do estreito de Ormuz.

EUA não negaram que um dos seus drones foi derrubado, mas deram outras informações. Segundo a NBC News, o Comando Central das Forças Armadas dos EUA (CENTCOM) negou que o seu drone tinha invadido o espaço aéreo iraniano alegando que não havia drones americanos no espaço aéreo do país. "Nenhum drone americano estava operando no espaço aéreo iraniano", afirmou o porta-voz do CENTCOM, capitão Bill Urban.

O incidente ocorre em meio a uma escalada de tensão entre Estados Unidos e Irã. Washington acusa Teerã de ter atacado dois petroleiros nas proximidades do estreito de Ormuz. Após o episódio, o presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu enviar mais 1.000 soldados para o Oriente Médio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала