Sonda japonesa capta FOTO de sua própria sombra a poucos metros da superfície do asteroide Ryugu

© AP Photo / Isas/JaxaSuperfície do asteroide Ryugu, fotografada pela sonda da Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA, na sigla em inglês)
Superfície do asteroide Ryugu, fotografada pela sonda da Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA, na sigla em inglês) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A sonda espacial japonesa Hayabusa 2 se aproximou em 30 de maio a nove metros do asteroide Ryugu, por ela observado, e lançou com êxito um "marcador" de objetivo.

Com isso se deu início à operação de recolha de amostras na zona do corpo celeste em que assentou uma grande parte dos escombros produzidos em 5 de abril pelo lançamento de uma carga explosiva.

​Uma foto, em que dá para ver a sombra detalhada do aparelho na superfície de Ryugu, foi publicada pela Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA, por suas siglas em inglês) em sua conta no Twitter.

Em 30 de maio, a separação do marcador de objetivo durante a [missão] PPTD-TM1A foi capturada no último momento pela pequena câmera de monitoramento, a CAM-H! A imagem foi captada em 30 de maio, às 11h18 (horário de bordo), a uma altitude de cerca de 9 metros. A CAM-H foi construída com doações de todos vocês e é um grande sucesso! Agradecemos!

Uma segunda pequena sombra, por baixo da silhueta do dispositivo, corresponde ao "marcador", explicou a JAXA em seu tweet posterior.

Imagem artística mostra nave espacial Juno da NASA voando perto de Júpiter, 19 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
NASA tira FOTO sensacional de vórtice 'intensamente escuro' em Júpiter

A primeira tentativa de recolher amostras do asteroide fracassou em meados de maio.

Não é a primeira vez que a sonda interage com o asteroide. Em fevereiro, a sonda disparou uma bala contra a superfície do asteroide para provocar uma separação de fragmentos de rochas, que recolheu posteriormente em um contêiner especial.

A sonda Hayabusa 2 foi lançada em 2014 com a missão de recolher amostras do asteroide Ryugu e as levar para a Terra. O objetivo final da missão do aparelho é desvendar alguns dos mistérios da evolução do Sistema Solar e a matéria em que a vida é baseada. Prevê-se que a sonda regresse em 2020.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала