Rússia não exclui possibilidade de enviar mais especialistas militares para Venezuela

© AFP 2022 / LEO RAMIREZTanque de guerra T-72, de fabricação russa, do Exército da Venezuela participa de desfile militar em Caracas, 5 de junho de 2011
Tanque de guerra T-72, de fabricação russa, do Exército da Venezuela participa de desfile militar em Caracas, 5 de junho de 2011 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está pronta para aumentar a quantidade de especialistas militares na Venezuela para cumprimento das obrigações contratuais caso seja necessário, informou um alto representante do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Aleksandr Schetinin, chefe do Departamento Latino-americano do MRE russo, declarou, às margens do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, que a Rússia está pronta para ampliar a presença de especialistas militares na Venezuela.

Tropas colombianas saltam de paraquedas em show de exercícios militares - Sputnik Brasil
Putin: nem aliados dos EUA apoiam intervenção militar na Venezuela
"Quaisquer trabalhos demandam um preciso envolvimento de pessoas, [sendo esse envolvimento] às vezes maior, às vezes menor. Se precisar de mais, nós enviamos mais [especialistas militares], o quanto for preciso", destacou o diplomata russo.

"Se a quantidade [presente na Venezuela] não for necessária, todos eles voltarão. Trata-se de uma questão absolutamente técnica, relacionada ao cumprimento de contratos específicos de execução de um volume de trabalho específico", declarou.

Aleksandr Schetinin anunciou um novo fornecimento de ajuda humanitária para o país caribenho e recordou a nova fase das conversações em Oslo entre representantes venezuelanos da oposição e do governo.

Anteriormente, o presidente russo, Vladimir Putin, informou que a Rússia realizou o fornecimento oficial de material militar à Venezuela e agora deve ser efetuada a manutenção do equipamento fornecido.

Mais cedo, o embaixador da Rússia na Venezuela, Vladimir Zaemsky, afirmou que não havia nenhuma conversa sobre diminuição de pessoal no país. Além disso, ele destacou que a manutenção do equipamento estava sendo realizada em conformidade com as obrigações da Rússia e Venezuela.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала