Teste de míssil nuclear teria causado misteriosa luz sobre China (FOTOS)

© Foto / PLA DailyTeste de míssil chinês (imagem do arquivo)
Teste de míssil chinês (imagem do arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Misteriosa luz foi avistada se movimentando rapidamente sobre diversas cidades da China, gerando especulações sobre teste secreto de novo míssil nuclear.

O aparecimento da misteriosa luz teria sido testemunhado por diversos moradores do país, afirma o tabloide britânico The Sun.

Imagens de um vídeo divulgado em uma rede social chinesa mostra o misterioso objeto voando sobre os prédios de Zhengzhou, região central da China.

​Luz misteriosa é avistada "se movendo rapidamente" sobre cidades chinesas, gerando boatos de que Pequim estaria testando ogivas hipersônicas. 

A Força de Foguete do Exército Popular de Libertação, que tipicamente não anuncia os testes de novos mísseis, postou uma publicação crítica em seu perfil oficial na rede social Weibo.

Submarino da China Type 094 - Sputnik Brasil
China realiza teste de míssil de lançamento submarino de nova geração (VÍDEO)
A publicação continha uma imagem semelhante à de um lançador de mísseis balísticos intercontinentais móveis contra o céu noturno.
"Vocês acreditam que neste mundo existam OVNIs?", dizia a legenda, sem oferecer maiores detalhes.

"Residentes de diversas cidades da China viram um objeto voador não identificado com uma cauda brilhante de fogo cruzando o céu", informou o jornal Global Times.

Já a agência de notícias Sina relatou que a luz pode se tratar de um teste de um novo tipo de mísseis estratégicos como o 094B ou 096, ou JL-2B ou JL-3, que são mísseis nucleares lançados por submarino com ogiva hipersônica.

Além disso, a agência ressaltou que a Administração Marítima da Província de Liaoning alertou os navios para que não passassem pelo mar de Bohai e pelo estreito de Bohai para "uma missão militar".

"Trata-se de um teste de instalação da China de uma ogiva hipersônica do míssil submarino Jets-3", informou a agência Sina, ressaltando que o movimento do objeto iluminado não é tão rápido quanto ao de mísseis tradicionais, mostrando condições de uma manobra em alta altitude, que é muito semelhante à arma hipersônica que a China havia testado em outras oportunidades.

O suposto teste pode ser uma resposta a Washington em meio à intensificação da guerra comercial e depois de os EUA testarem um míssil balístico intercontinental no mês passado.

O JL-3 chama atenção pelo seu alcance operacional entre 12 e 14 mil quilômetros, o suficiente para destruir alvos na maior parte dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала