Canadá suspende operações de sua embaixada na Venezuela

© AFP 2022 / MICHAEL BRADLEY Chrystia Freeland, ministra das Relações Exteriores do Canadá
Chrystia Freeland, ministra das Relações Exteriores do Canadá - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Canadá decidiu suspender temporariamente as operações da embaixada do país na Venezuela, informou em comunicado a chanceler do Canadá, Chrystia Freeland.

A ministra disse que a administração do presidente venezuelano Nicolás Maduro limitou a possibilidade de algumas missões estrangeiras funcionarem no país.

Bandeira Nacional da República Bolivariana da Venezuela - Sputnik Brasil
Grupo de Lima prepara guerra contra Venezuela, diz ativista; Canadá descarta uso da força
"No final deste mês, os diplomatas canadenses na Venezuela não estarão mais em posição de obter credenciamento diplomático sob o regime de Maduro, e seus vistos expirarão. Portanto, não temos outra escolha a não ser suspender temporariamente nossas operações na Embaixada do Canadá na Venezuela, com vigência imediata", informou o comunicado publicado neste domingo.

O Canadá continuará a prestar assistência consular aos canadenses na Venezuela por meio da embaixada na Colômbia, acrescentou Freeland.

Protestos em larga escala contra Maduro começaram na Venezuela em 21 de janeiro, logo depois que ele foi empossado para um novo mandato. O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente interino do país. Diversos países ocidentais, incluindo os Estados Unidos, apoiaram sua reivindicação. Maduro, por sua vez, acusou os Estados Unidos de tentarem organizar um golpe para instalar Guaidó como seu fantoche. Rússia, China e outros países, por outro lado, expressaram seu apoio a Maduro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала