Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA ameaçam UE com sanções devido ao mecanismo de comércio com o Irã

© REUTERS / Jonathan ErnstPresidente norte-americano Donald Trump e o presidente do Conselho Europeu Donald Tusk estão se sentando antes da reunião na sede da União Europeia em Bruxelas, maio 25, 2017.
Presidente norte-americano Donald Trump e o presidente do Conselho Europeu Donald Tusk estão se sentando antes da reunião na sede da União Europeia em Bruxelas, maio 25, 2017. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O governo de Donald Trump proibirá o Instrumento de Apoio às Trocas Comerciais (INSTEX) do sistema financeiro dos Estados Unidos, caso entre em vigor, informou a Bloomberg, citando um documento escrito pelo subsecretário do Departamento do Tesouro dos EUA.

"A administração Trump intensificou sua batalha com os aliados europeus sobre o destino do acordo nuclear do Irã, ameaçando penalidades contra o órgão financeiro criado pela Alemanha, Reino Unido e França para proteger o comércio com a República Islâmica das sanções dos EUA", escreveu a Bloomberg News.

Nem a administração presidencial dos EUA nem a União Europeia (UE) comentaram a questão até agora.

As bandeiras nacionais dos EUA e do Irã - Sputnik Brasil
Rússia diz que apoia qualquer forma de diálogo entre EUA e Irã
O INSTEX é um mecanismo da UE para transações bilaterais com o Irã contornando as sanções dos EUA, reimpostas com a saída unilateral de Washington do Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), o acordo nuclear iraniano.

As sanções dos EUA contra o Irã visam principalmente a indústria petrolífera do país e visam reduzir as exportações de petróleo do Irã a zero.

China, França, Alemanha, Irã, Rússia, Reino Unido e a UE criticaram Washington por sua retirada unilateral do acordo e pela decisão de não estender renúncias a projetos de não-proliferação nuclear.

Ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif - Sputnik Brasil
Irã e União Europeia chegam a acordo para driblar sanções dos EUA
Comentando o movimento dos EUA, os signatários do acordo enfatizaram que o levantamento das sanções relacionadas com o acordo nuclear era uma parte essencial do JCPOA.

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, disse que Teerã tomaria medidas em relação ao acordo nuclear se a UE não conseguir ajudar o Irã a combater as sanções dos EUA.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала