Cuba autoriza redes privadas de conexão à internet

Nos siga noTelegram
Cuba autorizou o uso de redes privadas para estabelecer conexões remotas à Internet. A decisão foi tomada através de duas resoluções anunciadas no Diário Oficial da União que entrarão em vigor a partir de 29 de julho.

Os novos regulamentos, previstos nas resoluções 98 e 99 do Ministério das Comunicações de Cuba e publicados nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, estabelecem autorizações para o uso de conexões entre redes privadas de dados.

Ex-presidente de Cuba, Raul Castro, com novo líder do país, Miguel Díaz-Canel, na Assembleia Nacional em Havana, Cuba, 19 de abril de 2018 - Sputnik Brasil
Sanções dos EUA não impedirão desenvolvimento de Cuba, diz presidente cubano
A vice-ministra das Comunicações cubana, Ana Julia Marine, anunciou durante uma coletiva de imprensa que estes novos regulamentos são planejados "para continuar o desenvolvimento da informatização da sociedade de uma forma ordenada e segura".

As pessoas físicas serão autorizadas a se conectar via Wi-Fi, solicitando uma licença de operação à infraestrutura da operadora pública da Companhia de Telecomunicações de Cuba (ETECSA).

As novas medidas aplicadas pelo Ministério das Comunicações procuram desmantelar as redes ilegais de conexão e evitar saturação, interferência ou degradação nos serviços públicos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала