Alemanha rejeita possíveis sanções dos EUA contra o Nord Stream 2

© Sputnik / Aksel Shmidt / Abrir o banco de imagensNord Stream 2, em construção no Mar Báltico.
Nord Stream 2, em construção no Mar Báltico. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Alemanha rejeitou possíveis sanções dos EUA contra empresas envolvidas na construção do gasoduto Nord Stream 2, informou o Ministério da Economia da Alemanha.

Em 20 de maio, o secretário de Energia dos EUA, Rick Perry, citado pela Bloomberg, falou sobre a possibilidade de sanções contra o Nord Stream 2 (Corrente do Norte  2) em "um futuro não muito distante".

"Tomamos nota destas declarações, não as comentamos, rejeitamos firmemente as sanções extraterritoriais", disse um representante do Ministério alemão.

British Prime Minister Theresa May - Sputnik Brasil
Líder da Câmara dos Comuns pede demissão e deixa situação de May ainda mais difícil
O projeto do gasoduto Nord Stream 2, promovido por uma aliança de empresas da Rússia, Alemanha, Áustria, França e Países Baixos, prevê a instalação de dois oleodutos ao longo do fundo do mar Báltico para ligar os dois primeiros países.

O Nord Stream 2 passará pelas águas territoriais e exclusivas da Alemanha, Finlândia, Rússia, Suécia e Dinamarca.

O gasoduto, que terá capacidade para transportar 55.000 milhões de metros cúbicos de gás russo por ano, foi projetado para diversificar as rotas de abastecimento de combustível para a Europa e aumentar a segurança energética.

As obras devem ser concluídas até o final de 2019.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала