Rússia e Venezuela continuarão cooperação na indústria de defesa

© Sputnik / Evgueny Biyatov / Abrir o banco de imagensCarlos Rafael Faría Tortosa, embaixador da Venezuela na Rússia.
Carlos Rafael Faría Tortosa, embaixador da Venezuela na Rússia. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (21), o embaixador venezuelano na Rússia, Carlos Rafael Faría Tortosa, afirmou que Rússia e Venezuela continuarão a cooperar no setor da indústria de defesa.

Tortosa também elogiou a mudança da Venezuela na compra de equipamentos militares, deixando de comprar equipamentos dos EUA em favor de equipamentos russos.

Cartões de crédito (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Venezuela deixará de usar VISA, MasterCard e Maestro, diz mídia
"Temos uma cooperação frutífera com a Rússia em muitas áreas. Uma dessas áreas é a cooperação militar. Essa cooperação nasceu na época do Comandante Hugo Chávez, quando previu que era necessário mudar os fornecedores de tecnologia e nós mudamos do equipamento dos EUA para a Rússia. Acredito que agora podemos confirmar que foi uma decisão muito inteligente. Esta cooperação continuará", disse Tortosa a repórteres em uma reunião no Ministério de Relações Exteriores da Rússia.

O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, disse em março que a cooperação da indústria de defesa com a Rússia era muito importante para Caracas.

De acordo com Anatoly Punchuk, vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico Militar da Rússia, a Venezuela é atualmente uma das maiores operadoras de equipamentos militares russos na América Latina e suas forças armadas estão equipadas com as mais modernas armas russas, incluindo aeronaves, helicópteros, sistemas de defesa aérea e veículos blindados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала