Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Especialista revela por que faraós egípcios construíam portas falsas nos túmulos (FOTOS)

© Foto / Domínio Público / Gary Todd Porta falsa do faraó Ptahshepses da quinta dinastia, cerca de 2400 a.C.
Porta falsa do faraó Ptahshepses da quinta dinastia, cerca de 2400 a.C. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O mistério do Antigo Egito sobre a verdadeira razão que está por trás da integração de portas falsas em túmulos parece ter sido desvendado graças à investigação de um egiptólogo.

A civilização do Egito Antigo se concentrava ao longo do rio Nilo mais de 4.500 anos atrás.

A herança deste império inclui a Grande Pirâmide de Gizé, também conhecida como Pirâmide de Quéops, que é a mais antiga e a maior das três pirâmides do complexo em Gizé, no Egito.

Uma das áreas de maior interesse está relacionada às preocupações da antiga sociedade em relação aos ladrões de túmulos – por essa razão neles foram integrados tuneis falsos, entradas bloqueadas, passagens secretas, maldições e armadilhas.

© Foto / Domínio Público / Gary ToddPorta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.) .
Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.)  - Sputnik Brasil
1/2
Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.) .
© Foto / Domínio Público / Gary Todd Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.).
Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.) - Sputnik Brasil
2/2
Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.).
1/2
Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.) .
2/2
Porta falsa, Império Antigo (2150-2040 a.C.).

No entanto, existe uma outra razão para a integração de portas falsas, afirma um historiador.

O egiptólogo e diretor da série Egypt Trough the Ages (Egito Através dos Tempos, na tradução livre em português), Curtis Ryan Woodside, revelou sua teoria.

Ao visitar o túmulo de Unas – o último faraó da quinta dinastia egípcia que reinou aproximadamente entre 2375 e 2345 a.C. – ele disse: "À entrada do túmulo se pode ver uma porta com os hieróglifos que representam marido e mulher".

"Ainda se consegue ver a cor nos hieróglifos, dá para ver que era vermelha, e os olhos ainda têm maquilagem", acrescentou Woodside.

Faraó Tutancâmon (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Misteriosa origem do vidro amarelo nas joias do faraó Tutancâmon foi desvendada (FOTOS)
O egiptólogo revelou que os egípcios antigos acreditavam que depois da morte o espírito passava para outro mundo, informa o jornal Express.

"Os egípcios construíam portas falsas feitas para se parecessem com as verdadeiras, porém o propósito delas era para que os espíritos passassem deste mundo para o outro. Eles acreditavam que o espírito poderia entrar e sair pela porta e a mulher do faraó Unas tinha uma porta falsa muito boa", disse especialista.

"E, na verdade, as mulheres, quando estavam zangadas com os maridos ou queriam ajuda, muitas vezes escreviam pequenas mensagens nestas portas. Elas acreditavam que o espírito iria aparecer e ler", afirma Woodside.

Atualmente, os historiadores ainda estão procurando saber mais sobre esta sociedade avançada que remonta a quase 3.000 a.C.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала