Defesa antiaérea russa repeliu ataque terrorista à base aérea de Hmeymim na Síria

© Sputnik / Dmitry Vinogradov / Abrir o banco de imagensBase militar russa de Hmeymim, Síria
Base militar russa de Hmeymim, Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na noite de domingo (19), terroristas da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia) tentaram atacar a base aérea russa de Hmeymim na Síria (zona de desescalada de Idlib) com lançadores múltiplos de foguetes, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

As forças da defesa antiaérea da base conseguiram repelir o ataque dos terroristas, destruindo dois drones a uma distância bastante longa da base, lê-se em um comunicado do ministério.

"Simultaneamente, do norte e nordeste os sistemas russos de defesa antiaérea detectaram dois veículos aéreos não tripulados dos terroristas se aproximando de Hmeymim. As forças da defesa antiaérea da base aérea russa conseguiram destruir todos os veículos aéreos não tripulados a uma distância bastante longa da base", lê-se em um comunicado do ministério.

Consequências dos ataques aéreos na cidade síria de Idlib - Sputnik Brasil
Rússia: terroristas preparam provocação na Síria para acusar Moscou de ataque químico
Segundo o ministério, o ataque não causou nenhum dano material e não deixou ninguém ferido.

Além disso, o ministério informou que desde a zona de desescalada de Idlib os terroristas lançaram seis foguetes, mas as forças de defesa antiaérea russa conseguiram eliminar todos os foguetes.

A Rússia e a Síria firmaram em 2015 um contrato de entrega do aeródromo de Hmeymim ao lado russo em uma base gratuita, permitindo o posicionamento de militares russos no território. Em setembro do mesmo ano, o aeródromo passou a abrigar o grupo aéreo da Força Aeroespacial russa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала