Especialista sugere haver países da UE com aeródromos prontos para aviões 'nucleares' da OTAN

© REUTERS / Wolfgang RattayAvião da OTAN efetuando um voo de reconhecimento
Avião da OTAN efetuando um voo de reconhecimento - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Aeródromos militares nos países bálticos e na Polônia estão preparados para receber aviões da OTAN, alerta especialista.

O analista Igor Korotchenko, editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional), disse nesta terça-feira (14) que os aviões da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) podem estar transportando armas nucleares táticas americanas com o objetivo de travar uma guerra nuclear limitada na parte europeia da Rússia.

"O Ministério das Relações Exteriores apenas constata a situação atual, que, evidentemente, é preocupante. Gostaria de enfatizar que os aeródromos militares capazes de receber a aviação tática da OTAN, incluindo aqueles com ogivas nucleares, foram preparados e reconstruídos no território dos países bálticos – Lituânia, Letônia e Estônia, bem como da Polônia", ressaltou.

Para Korotchenko, o Pentágono permite que uma guerra nuclear limitada na parte europeia da Rússia utilizando armas nucleares tácticas seja realizada.

Base norte-americana de Ramstein, na Alemanha - Sputnik Brasil
EUA se preparam para usar armas nucleares na Europa, adverte chancelaria russa
"De acordo com a estratégia americana, isso não levará a um intercâmbio global de ataques nucleares em nível estratégico entre a Rússia e os Estados Unidos", explicou, adicionando que todos os últimos exercícios da OTAN, realizados perto das fronteiras russas, foram utilizados para realizar ataques nucleares táticos contra a Rússia.

Previamente, o diretor do Departamento de Não Proliferação e Controle de Armas do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Vladimir Ermakov, informou que a implantação de armas nucleares dos EUA na Europa é uma preparação para seu uso com a permissão dos próprios Estados não nucleares.

Países como Rússia, China, Irã e Coreia do Norte são considerados ameaças potenciais pela doutrina nuclear dos EUA adotada pelo governo do presidente Donald Trump, que prevê o desenvolvimento e a instalação de cargas nucleares de baixa potência.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала