Vacina contra chikungunya já está sendo testada em humanos

Nos siga noTelegram
Testes em humanos para obtenção de uma vacina contra chikungunya estão sendo realizados por pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, informou Agência Brasil.

O estudo foi apresentado nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, pelo infectologista mexicano Arturo Reyes-Sandoval, no Simpósio Desafios e Oportunidades na Pesquisa Clínica em Chikungunya: Produzindo Evidências para Saúde Pública.

Fiocruz faz alerta sobre epidemia no verão de  chikungunya,  dengue e zika - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Chikungunya está de volta: casos da doença aumentam 80% no Rio
A vacina está em testes em 24 voluntários no Reino Unido. Uma nova rodada de testes deverá ser realizada no ano que vem, com pelo menos 120 pessoas no México. Segundo o cientista, testes realizados atualmente buscam uma dosagem eficiente para a imunização, que já demonstrou não apresentar efeitos adversos. 

O estudo no México deve avaliar também a possibilidade de uma vacina que combine a imunização da chikungunya e da zika de forma segura. No melhor dos cenários uma vacina contra a doença pode estar disponível em cinco anos.

O pesquisador explicou que chikungunya possui capacidade limitada de mutação. Assim foi possível criar uma vacina que abrange todas as mutações e permite precaver futuras.

"Estarmos um passo à frente do vírus", comemorou Arturo. "Historicamente, a grande dificuldade foi a falta de interesse. Agora, a chikungunyua está em muitas partes do mundo e está chegando à Europa. Isso favorece o financiamento", concluiu, citado pela Agência Brasil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала