Cobra e sua presa são encontradas mortas após se envenenarem uma à outra (FOTO)

Nos siga noTelegram
Uma cobra morta, que superestimou suas capacidades para comer um sapo, foi captada por uma entusiasta da natureza australiana.

O réptil, depois de capturar um sapo com a boca, foi afetado pela toxina contida em glândulas atrás da cabeça do anfíbio.

"Ele estaria comendo e as presas traseiras estão destinadas a atordoar e imobilizar a presa", disse Peter Shanahan, o biólogo entrevistado pela edição Cairns Post.

Isso foi para evitar que a presa perfurasse um dos seus lados, porque a cobra não era muito grossa, disse ele.

Pseudonaja textilis, cobra-marrom, arquivo - Sputnik Brasil
Australiano toma susto com cobra na privada (VÍDEO)

"Um animal pode sair de dentro da cobra mastigando seu caminho para fora", apontou.

Ele disse que, por essa razão, cobras-arbóreas como esta usam uma toxina leve para imobilizar as presas antes de as engolir.

Shanahan disse que uma espécie de cobra, a Xenochrophis piscator, é comumente conhecida por ser imune à toxina do sapo-boi, enquanto outros animais aprenderam a se alimentar de sapos tóxicos ao comerem apenas em volta das glândulas responsáveis por conter o veneno.

A mulher que tirou as fotos, Susan Muller, também comentou o caso.

"Definitivamente, [a cobra] mordeu mais do que poderia mastigar", disse.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала