Tumba de operário metalúrgico datada de há 1.200 anos é encontrada no Peru (FOTOS)

© AFP 2022 / CRISTINA QUICLER / Abrir o banco de imagensEscavação Arqueológica
Escavação Arqueológica - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um grupo de arqueólogos poloneses, que há anos realiza escavações na cidade peruana de Huarmey, descobriu uma tumba de 1.200 anos, que acredita ser de um operário metalúrgico.

A descoberta ocorreu acidentalmente, quando a perna de um dos integrantes do grupo de arqueólogos "se afundou" em um buraco, localizado no lugar de uma suposta praça cerimonial. Ao explorar o buraco, encontraram a tumba de um homem de 20 anos de idade, aproximadamente.

Os pesquisadores indicam que não há sinais de rituais. O corpo foi colocado na tumba sentado e estava envolvido em tecido, segundo o portal Science Poland.

© Foto / Dr. Miłosz Giersz/Fundacja PAPObjetos metálicos são encontrados junto aos ossos durante expedição no Peru.
Objetos metálicos são encontrados junto aos ossos durante expedição no Peru - Sputnik Brasil
1/3
Objetos metálicos são encontrados junto aos ossos durante expedição no Peru.
© Foto / Dr. Miłosz Giersz/Fundacja PAPArqueólogos poloneses descobrem tumba de metalúrgico de 1.200 anos no Peru.
Arqueólogos poloneses descobrem tumba de metalúrgico de 1.200 anos no Peru - Sputnik Brasil
2/3
Arqueólogos poloneses descobrem tumba de metalúrgico de 1.200 anos no Peru.
© Foto / Dr. Miłosz Giersz/Fundacja PAPObjeto encontrado por arqueólogos poloneses durante expedição no Peru.
Objeto encontrado por arqueólogos poloneses durante expedição no Peru - Sputnik Brasil
3/3
Objeto encontrado por arqueólogos poloneses durante expedição no Peru.
1/3
Objetos metálicos são encontrados junto aos ossos durante expedição no Peru.
2/3
Arqueólogos poloneses descobrem tumba de metalúrgico de 1.200 anos no Peru.
3/3
Objeto encontrado por arqueólogos poloneses durante expedição no Peru.

Junto com o esqueleto, os arqueólogos encontraram uma série de objetos metálicos: uma serra, um machado, facas e formões com restos de osso, que também estavam envolvidos em tecidos.

Uma análise realizada pelos especialistas Milosz Giersz e Branden Rizzuto mostrou que os utensílios eram feitos de um liga de cobre e arsênico.

Nobre Santuário ou Monte do Templo, na Cidade Velha de Jerusalém - Sputnik Brasil
Raro tesouro com nome bíblico é encontrado por arqueólogos em Jerusalém (FOTOS)
"A liga de arsênico garantia que as ferramentas eram realmente duras e que poderiam ser utilizadas para diversos trabalhos de campo e entalhe, servindo também como armas de guerra", afirmou Giersz.

Outra descoberta que chamou a atenção dos especialistas foi uma grande faca feita de obsidiana, que era "uma matéria-prima muito valiosa na cultura wari e em outras culturas da América".

O traje fúnebre do jovem encontrado levou os arqueólogos a acreditar que ele tivesse sido um operário metalúrgico, já que se assemelha aos trajes utilizados durante o derretimento de metais. Além disso, os especialistas acreditam que o jovem estava no local para simbolizar a profissão que havia desempenhado durante sua vida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала