Análise: EUA tencionam provocar conflito militar com Irã

© Sputnik / Vladimir FedorenkoTorre Milad em Teerã
Torre Milad em Teerã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As novas ameaças de sanções dos EUA contra o Irã podem provocar a saída de Teerã do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla inglês) e um conflito militar, disse Trita Parsi, professor da Universidade de Georgetown.

Parece que a administração do presidente norte-americano tenciona provocar a retirada do Irã do acordo nuclear, diz o professor Trita Parsi da Universidade de Georgetown e autor do livro "Perdendo um inimigo: Obama, Irã e o Triunfo da Diplomacia" (Losing an Enemy: Obama, Iran, and the Triumph of Diplomacy), em entrevista à Sputnik. 

"Eles fazem tudo para privar o Irã dos benefícios do acordo. E agora eles, de fato, estão tentando impedir [o Irã] de permanecer no acordo", disse ele. 

A usina nuclear Bushehr no Irã - Sputnik Brasil
EUA renovam isenções de sanções sobre o Irã no setor nuclear
"Logo que o Irã deixe o acordo, provavelmente, [conselheiro de Segurança Nacional do presidente dos EUA] John Bolton vai causar o agravamento do conflito no sentido de uma ação militar", acrescentou o professor Trita Parsi.

Na noite de sexta-feira (3) O Departamento de Estado anunciou que poderia impor sanções à construção adicional no território da usina nuclear de Bushehr e à exportação de urânio enriquecido do Irã em troca de minério de urânio.

Além disso, o Departamento de Estado exige que Teerã informe a AIEA sobre "as características militares do programa nuclear existentes no passado". O Irão desmente a sua intenção de desenvolver armas nucleares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала