Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pentágono planeja desenvolver novas armas nucleares para conter Rússia

© AP PhotoVista aérea do prédio pentagonal de cinco lados, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em Arlington, Virgínia.
Vista aérea do prédio pentagonal de cinco lados, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em Arlington, Virgínia. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os EUA precisam de armas nucleares de baixa potência para conter a Rússia, disse o subsecretário de Defesa dos EUA, David Trachtenberg.

"A razão pela qual decidimos apostar nas armas nucleares de baixa potência é que vemos o que estão fazendo, em particular, os russos e isso causa grande preocupação", afirmou Trachtenberg durante seu discurso no Congresso dos EUA.

Segundo ele, o Pentágono está preocupado com a doutrina russa "escalada para desescalada" que, de acordo com os EUA, prevê o uso limitado das armas nucleares no caso de um conflito militar com armas convencionais.

Ao mesmo tempo, a doutrina militar oficial da Rússia só prevê o uso de armas nucleares se forem usadas armas de destruição em massa contra o país ou seus aliados, ou quando a agressão com armas convencionais contra a Rússia ameaçar a existência do país.

Ensaio do míssil interceptor SM-3 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Especialistas calcularam arsenal nuclear dos EUA

Trachtenberg disse que os EUA não querem que as tensões atinjam o máximo.

"Não fazemos isso para reduzir nosso limiar nuclear, mas para elevá-lo na mente do inimigo ou possível inimigo", resumiu.

A doutrina nuclear dos EUA, adotada pelo governo do presidente Donald Trump, considera a Rússia, a China, o Irã e a Coreia do Norte como ameaças potenciais e prevê o desenvolvimento e a instalação de cargas nucleares de baixa potência.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала