Ex-presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, recebe alta e vai cumprir prisão domiciliar

© REUTERS / Charles PlatiauEl presidente de Perú, Pedro Pablo Kuczynski
El presidente de Perú, Pedro Pablo Kuczynski - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski (2016-2018) recebeu alta da clínica onde estava internado e foi transferido para sua casa, onde cumprirá prisão domiciliar, informou a agência estatal Andina.

"O ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski voltou para sua casa, localizada em San Isidro, onde será mantido em prisão domiciliar por 36 meses", informou Andina.

Em 27 de abril, o tribunal emitiu um mandado de prisão domiciliar de 36 meses contra o ex-presidente, a pedido da equipe Lava Jato do Ministério Público.

Jair Bolsonaro chegando ao encontro no Palácio do Planalto em Brasília (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Bolsonaro diz que há 'fissuras' em patentes baixas do exército venezuelano
O Ministério Público afirma que o ex-chefe de Estado cometeu lavagem de dinheiro na construção do Corredor Rodoviário Interoceânico Peru-Brasil e do Projeto Olmos de Irrigação e Hidroenergia, obras concedidas ilegalmente à Odebrecht.

Ambos foram executados no governo de Alejandro Toledo (2001-2006), no qual Kuczynski atuou como Ministro da Economia.

No início, a prisão preventiva foi solicitada contra Kuczynski, mas, devido ao seu delicado estado de saúde, a sua defesa solicitou que fosse alterada para prisão domiciliar, pedido ao qual o Gabinete do Procurador concordou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала