É tirada de lago tóxico mala com cadáver no Chipre

© REUTERS / Marinos MeletiouPeritos criminais, bombeiros e mergulhadores tiraram uma mala, que contém um corpo femininono lago Kokkinopezoula
Peritos criminais, bombeiros e mergulhadores tiraram uma mala, que contém um corpo femininono lago Kokkinopezoula - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoridades cipriotas no domingo (28) tiraram uma mala com cadáver de uma mulher do lago tóxico Kokkinopezoula localizado na aldeia de Mitsero, a 28 quilômetros da capital Nicósia, informa Cyprus Mail, citando autoridades.

Anteriormente, foi noticiado que a polícia cipriota começou a procurar os corpos de quatro pessoas que poderiam ter sido vítimas de um assassino em série.

Antigo refrigerador (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Cadáver de croata sumida há 18 anos estaria todo esse tempo no congelador da irmã
"A mala continha o corpo de uma mulher e um bloco de cimento", disse o chefe do Departamento de Investigação de Nicósia, Neophytos Shailos.

Syailos acrescentou que o corpo foi entregue ao necrotério para descoberta da identidade da vítima. Segundo ele, a operação para extrair a segunda mala vai continuar, assim como a busca pela terceira mala com a ajuda de uma câmera robótica.

De acordo com a publicação, uma das duas malas foi encontrada no sábado (27) usando uma câmera robótica, e foi tirada do lago no domingo. O corpo da mulher estava em avançado estado de decomposição.

Torcedores do clube Nantes, da França, prestam homenagem ao jogador de futebol argentino Emiliano Sala, em 30 de janeiro de 2019 - Sputnik Brasil
Polícia britânica confirma: corpo encontrado é do jogador Emiliano Sala
A mídia relata que o suspeito do homicídio deu à polícia uma confissão escrita de 10 páginas. O texto dizia que ele afogou as malas com três vítimas no lago tóxico. Uma delas era uma cidadã filipina, e duas outras, uma mãe e uma filha, eram cidadãs romenas.

Anteriormente, em meados de abril, dois turistas encontraram o cadáver de uma mulher em uma mina da aldeia de Mitsero, sendo a vítima uma filipina que estava desparecida desde maio de 2018. O achado ocasionou detenção de vários suspeitos, tendo um deles confessado envolvimento no assassinato. Dias depois, a polícia encontrou o corpo de outra mulher na mesma mina.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала