Número de mortos em atentados no Sri Lanka sobe para 359

© REUTERS / Dinuka LiyanawatteCoffins of victims are carried during a mass for victims, two days after a string of suicide bomb attacks on churches and luxury hotels across the island on Easter Sunday, in Colombo, Sri Lanka April 23, 2019.
Coffins of victims are carried during a mass for victims, two days after a string of suicide bomb attacks on churches and luxury hotels across the island on Easter Sunday, in Colombo, Sri Lanka April 23, 2019. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O número de pessoas mortas em uma série de atentados com explosões do Sri Lanka no domingo (21) saltou de 321 para 359 na última atualização divulgada pelas autoridades locais.

A informação foi divulgada na madrugada desta quarta-feira (24) pelo portal de notícias Ada Derana, com base em dados da polícia local.

Militares do Sri Lanka ficam de guarda em frente ao Santuário de Santo Antônio, igreja de Kochchikade, após uma explosão em Colombo, Sri Lanka, 21 de abril de 2019 - Sputnik Brasil
Defesa do Sri Lanka: atentados teriam sido retaliação ao ataque a mesquitas neozelandesas
A série de explosões que atingiu o Sri Lanka durante a Páscoa teve como alvos igrejas católicas e hotéis da capital do país, Colombo, e também outras cidades.

O grupo terrorista Daesh, proibido na Rússia, assumiu a responsabilidade pelos ataques. As autoridades do país iniciaram uma investigação criminal imediatamente após os ataques e até agora prendeu 40 suspeitos.

Anteriormente, o governo do Sri Lanka culpou o grupo de extremistas islâmicos, National Thowheed Jamath (NTJ), pelas explosões no país, com o ministro da Defesa, Ruwan Wijewardene, especificando que os atentados do Sri Lanka foram uma resposta aos ataques a mesquitas na Nova Zelândia contra mulçumanos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала