Mais de 1,7 milhão de sírios retornam para casa graças aos esforços de Moscou e Damasco

© Sputnik / Mikhail Voskresensky / Abrir o banco de imagensPessoas andando pelo território do antigo campo de refugiados Yarmuk, na Síria
Pessoas andando pelo território do antigo campo de refugiados Yarmuk, na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Rússia e Síria, trabalhando juntas, ajudaram mais de 1,7 milhão de cidadãos sírios a voltar para suas casas, disse nesta quarta-feira o chefe do Centro Nacional de Controle de Defesa da Rússia, general Mikhail Mizintsev.

"Como resultado do trabalho conjunto entre a Rússia e a Síria, mais de 1,72 milhão de cidadãos sírios já voltaram para suas casas, incluindo mais de 1,29 milhão de deslocados internos e mais de 429 mil refugiados dos territórios de Estados estrangeiros", disse Mizintsev durante a Conferência sobre Segurança Internacional, realizada em Moscou.

Ajuda humanitária da Rússia chega a um campo de refugiados na província síria de Latakia - Sputnik Brasil
Mais de 21 mil refugiados retornaram à Síria desde agosto por Deir ez-Zor
O fluxo principal de pessoas retornando à Síria atravessa as fronteiras com a Jordânia e o Líbano, enquanto mais de 129 mil pessoas retornaram pelo posto de controle de Nassib.

Como o governo sírio recuperou o controle sobre a maioria dos territórios do país, antes nas mãos de organizações terroristas, Damasco está focado na criação de condições favoráveis ​​para a repatriação de refugiados. Moscou está ajudando as autoridades do país árabe nesse processo, além de fornecer ajuda humanitária a civis e garantir o cessar-fogo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала