Peru irá fazer parte da Nova Rota da Seda

CC BY 2.0 / dirkb86 / Mapa da América Latina, feito de Lego (imagem referencial)
Mapa da América Latina, feito de Lego (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Peru assinará um memorando de entendimento para se juntar à ambiciosa Iniciativa do Cinturão e Rota nos próximos dias. O projeto chinês também é conhecido como Nova Rota da Seda.

O anúncio da parceria foi feito nesta quarta-feira (24) pelo embaixador chinês em Lima.

Workers install wires on a 'Golden Bridge of Silk Road' structure on a platform outside the National Convention Center, the venue which will hold the Belt and Road Forum for International Cooperation, in Beijing - Sputnik Brasil
Nova Rota da Seda: 17 países árabes se unem à iniciativa comercial da China
Nesta semana será realizada em Pequim uma cúpula de três dias da Nova Rota da Seda. O ministro do Comércio do Peru, além de líderes de todo o mundo, participarão do evento.

A China promete investir US$ 1 trilhão em projetos de infraestrutura ao redor no mundo como parte da Nova Rota da Seda. Recentemente a Itália se tornou o primeiro país do G7 a integrar oficialmente o projeto de Pequim. 

O acordo fará do Peru um dos poucos países latino-americanos a integrar o projeto chinês. A adesão deve fortalecer o peso geopolítico de Pequim.

A vice-presidente do Peru, Mercedes Araoz, disse que o relacionamento do Peru com Washington continuará forte.

"A assinatura deste memorando de entendimento é o início de um modelo de cooperação que a China tem proposto ao mundo que... nos permitirá ampliar nossos laços", disse Araoz à Reuters. "Estabelecemos relações bilaterais muito fortes com a China, como fizemos com os Estados Unidos."

O Chile, que assim como o Peru é um aliado próximo dos Estados Unidos, anunciou em novembro sua adesão à Nova Rota da Seda.

Há cerca de duas semanas, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, visitou o Peru e criticou a presença chinesa na região por meio do que classificou como empréstimos predatórios. 

A China ultrapassou os Estados Unidos como o maior parceiro comercial Peru há alguns anos. A maior parte das compras chinesas no país latino é de cobre e outros minerais. Mas há também uma recente expansão chinesa para abarcar investimentos em infraestrutura.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала