Terrorismo no Sri Lanka: autoridades prendem suspeitos de atentados que mataram 215

© AP Photo / Chamila KarunarathneIgreja após atentado terrorista no Sri Lanka.
Igreja após atentado terrorista no Sri Lanka. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoridades do Sri Lanka prenderam 13 pessoas em conexão com uma série de explosões em atentados terroristas que mataram mais de 200 pessoas neste domingo (21).

Nas próximas 24 horas, espera-se que o presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, nomeie um comitê especial para investigar os atentados, segundo a imprensa local.

O governo determinou toque de recolher na cidade de Colombo e bloqueou os serviços do WhatsApp e do Facebook, entres outras redes sociais.

A medida foi interpretada como um receio de que os eventos podem desencadear uma onda de violência. A polícia local informou que uma mesquita e dois comércios de muçulmanos foram incendiados após os ataques terroristas.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro - Sputnik Brasil
Bolsonaro condena ataques terroristas no Sri Lanka

O governo reconheceu que tinha "informações prévias" sobre um possível ataque terrorista contra igrejas por um grupo islâmico e terrorista local, mas não fez o suficiente para evitar os crimes.

De acordo com o Censo de 2012, 70% dos 22 milhões habitantes do Sri Lanka são budistas, 12,6% são hindus, 9,7% são muçulmanos e 7,6% são cristãos. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала