Escalada de violência na Líbia deixa 147 mortos

© REUTERS / Esam Omran Al-FetoriSoldado do Exército Nacional da Líbia (LNA), comandado pelo marechal Khalifa Haftar, 7 de abril de 2019
Soldado do Exército Nacional da Líbia (LNA), comandado pelo marechal Khalifa Haftar, 7 de abril de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Número de mortos após novos confrontos na Líbia entre o Exército Nacional Líbio (LNA), liderado pelo marechal de campo Khalifa Haftar, e as forças leais ao Governo de Acordo Nacional (GNA) apoiadas pela ONU, aumentou para 147, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Anteriormente o número de vítimas após o aumento das tensões no país do Norte da África estava em 121, enquanto o número de feridos chegou a 561, segundo dados da OMS.

"A #LibyaCrisis agora tem 147 mortos e 614 feridos. A OMS implantou equipes cirúrgicas para apoiar os hospitais da área de Trípoli, enquanto lidam com o fluxo de casos de trauma", escreveu no Twitter o escritório da organização na Líbia.

Militante das forças líbias leais a Khalifa Haftar (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Exército Nacional da Líbia reporta perda de avião MiG-21
A situação política e de segurança na Líbia tem sido instável desde a revolução de 2011, pois o país segue dividido entre duas autoridades, com a decisão do parlamento apoiado pelo LNA no controle do Leste da Líbia e o GNA controlando o Oeste do país.

O confronto entre os dois governos aumentou perigosamente em 4 de abril, quando as forças de Haftar anunciaram uma inesperada ofensiva contra Trípoli.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала