Milícia venezuelana se tornará parte das Forças Armadas do país, diz Maduro

© AP Photo / Ariana CubillosPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante desfile militar em homenagem ao 16º aniversário da volta do ex-presidente Hugo Chávez ao poder
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante desfile militar em homenagem ao 16º aniversário da volta do ex-presidente Hugo Chávez ao poder - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Venezuela vai alterar sua legislação para fazer da milícia uma parte das Forças Armadas Bolivarianas, disse o presidente venezuelano Nicolás Maduro em seu discurso neste sábado (13).

No início do mês, Maduro disse que o número de oficiais da milícia venezuelana seria aumentado de 2,1 milhões para 3 milhões até dezembro de 2019.

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez (à esquerda), e o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo (à direita), durante encontro em Assunção, capital do Paraguai, no sábado, 13 de abril de 2019. - Sputnik Brasil
Em 'turnê' pela América Latina, Pompeo faz campanha contra Maduro
"O comandante Chávez sonhou com uma poderosa e grande milícia […]. A milícia receberá uma classificação constitucional como parte integral das Forças Armadas do país", disse Maduro, acrescentando que a legislação seria alterada para essa medida.

A decisão vem em meio a uma profunda crise política na Venezuela. A crise se agravou em janeiro, quando o líder da oposição Juan Guaidó, apoiado pelos EUA, autoproclamou-se presidente interino do país. Maduro segue no poder apoiado por países como China e Rússia, entre outros, e acusa Guaidó de conspirar para derrubá-lo com o apoio de Washington.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала