Capacidades do caça F-35A em xeque depois de acidente no Japão

Nos siga noTelegram
As capacidades do caça F-35A e seu fabrico pelo Japão foram colocados em xeque depois do acidente envolvendo uma aeronave da Força Aérea de Autodefesa do Japão.

Tanto o Japão quanto os EUA mobilizaram um grande número de aeronaves e embarcações para a operação de busca da aeronave e do piloto. Entretanto, até o momento a operação não obteve sucesso, já que foram encontradas apenas partes da aeronave.

F-35 - Sputnik Brasil
Caça F-35A do Japão desaparece do radar, segundo relatos
Este foi o primeiro acidente envolvendo um F-35A montado no Japão pela Mitsubishi Heavy Industries, contudo, os fatores técnicos relacionados à montagem e produção da aeronave ainda não podem ser culpados, já que as causas do acidente ainda não foram descobertas, mas também não devem ser descartados.

No momento há muita especulação em torno do acidente, incluindo um possível erro do piloto, a colisão com um pássaro, problemas técnicos com a aeronave, além de problemas na montagem e produção.

Estas especulações giram em torno de fatos que supostamente podem ocorrer, como um erro operacional, sendo que o piloto voando em alta velocidade e baixa altitude em um voo noturno poderia ter cometido um erro, não tendo tempo para enviar um sinal de emergência ao colidir com o mar.

Caça norte-americano F-35 Lightning II - Sputnik Brasil
Japão suspende voos de todos os caças F-35A após um deles sumir dos radares
A mesma possibilidade poderia ocorrer se um pássaro atingisse a cabine, deixando inconsciente o piloto, sem tempo para enviar qualquer sinal de emergência, mas essa possibilidade é considerada muito pouco provável.

Entretanto, problemas técnicos também podem ter ocorrido, bem como a falha de equipamentos ou acessórios utilizados no processo de montagem e produção da aeronave na fábrica japonesa, segundo o China Daily

Vale ressaltar que o Japão e os EUA formalizaram um acordo onde a Mitsubishi Heavy Industries foi contratada para produzir 30 caças F-35A no Japão, utilizando sobretudo componentes norte-americanos. Este acidente envolveu a primeira aeronave montada no Japão, que é conhecido pela sua alta qualidade e precisão no processo de produção.

Contudo, a mídia japonesa revelou que devido à feroz concorrência no mercado, diversas empresas estão reduzindo a qualidade dos materiais usados em seus produtos, afrouxando o controle de qualidade, bem como usando pessoal não qualificado no controle de qualidade, o que provoca uma série de problemas na produção.

Além disso, o caça F-35 já apresentou diversos problemas, sendo assim, os problemas de qualidade não devem se restringir apenas a instituições ou a tripulações, e isso faz com que a capacidade do caça também seja questionada, bem como sua eficiência.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала