Ebola deixa 100 mortos em três semanas no Congo

© AFP 2022 / CARL DE SOUZAFuncionários da organização Médicos Sem Fronteiras tratam a pessoa contaminada com ebola na sua facilidade em Kailahun, Serra Leoa, agosto de 2014
Funcionários da organização Médicos Sem Fronteiras tratam a pessoa contaminada com ebola na sua facilidade em Kailahun, Serra Leoa, agosto de 2014 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A epidemia de ebola na República Democrática do Congo causou 100 mortes em menos de um mês e mais de 700 desde agosto do ano passado, informou o ministério da Saúde do país.

"Desde o começo da epidemia, o número de casos chega a 1.117, dos quais 1.051 confirmados e 66 prováveis. No total aconteceram 702 falecimentos (636 confirmados e 66 prováveis) e 339 pessoas curadas", informou um comunicado divulgado pelo órgão.

As autoridades investigam mais 295 casos suspeitos.

Esta é a epidemia mais grave na história da doença desde a que matou mais de 10.000 pessoas na África ocidental em 2014.

Por outro lado, a população está vacinada em grande escala. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала