Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Terá que pagar pela traição à pátria': Venezuela inicia processo penal contra Guaidó

© SputnikOpositor venezolano, Juan Guaidó
Opositor venezolano, Juan Guaidó - Sputnik Brasil
Nos siga no
A justiça venezuelana iniciou um processo penal contra o autoproclamado presidente interino da Venezuela, o líder da oposição Juan Guaidó, segundo anunciou o chefe do Comitê de Legislação da Assembleia Constituinte, Julio García Serpa.

De acordo com ele, o processo será conduzido pelo Supremo Tribunal e pelo procurador-geral.

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela - Sputnik Brasil
Maduro: Venezuela é polígono de testes para novo modo de guerra
Na terça-feira (2), a Assembleia Constituinte aprovou a continuidade do processo de investigação contra Guaidó. Na quarta-feira (3), o presidente da Assembleia, Diosdado Cabello explicou que isso significa retirar a imunidade parlamentar do líder da oposição.

"Tudo é realizado no âmbito da Constituição e da lei", assegurou Diosdado Cabello.

"A justiça decidirá com base em evidências relevantes. Ele terá terá um advogado de defesa. A justiça será aplicada", indicou García Serpa.

"Ele terá que pagar por tudo o que fez. Ele terá que pagar pela traição à pátria", declarou.

Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Guaidó poderia tentar criar órgãos de poder paralelos na Venezuela, supõe analista
Anteriormente, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) da Venezuela convocou a Assembleia Constituinte para suspender a imunidade parlamentar do autoproclamado presidente interino venezuelano, Juan Guaidó.

Em janeiro, Guaidó se declarou presidente interino da Venezuela após contestar a vitória eleitoral de Maduro. Os EUA e 54 países reconheceram Guaidó como presidente e pediram a Maduro que se demitisse. Maduro, por sua vez, chamou Guaidó de marionete americana e acusou os EUA de tentarem orquestrar um golpe. A Rússia, China, Turquia, Cuba, Bolívia e vários outros países consideram Maduro como o único presidente legítimo da Venezuela.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала