Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Novas revelações sobre Hitler: líder nazista não queria ver extermínio dos judeus

© AP PhotoAdolf Hitler, líder da Alemanha nazista, se endereçando a grupos de jovens fascistas em Nuremberg, 11 de setembro de 1937
Adolf Hitler, líder da Alemanha nazista, se endereçando a grupos de jovens fascistas em Nuremberg, 11 de setembro de 1937 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um episódio da nova série documental chamada "As Vidas Privadas" tornará públicas alguns revelações sobre Adolf Hitler e sua atitude em relação ao extermínio dos judeus durante seu governo.

Segundo o diário Daily Mail, o documentário se baseia em uma recente investigação realizada pela historiadora Tracy Borman que viajou à Alemanha para estudar em detalhes uma das figuras mais conhecidos da história. 

Ditador nazista alemão Adolf Hitler, 1938 - Sputnik Brasil
Diário de oficial nazi revela detalhes do tesouro de Hitler escondido na Polônia (FOTOS)
Uma das revelações feitas pela historiadora foi o fato de que o ditador nazista evitava ver os judeus nos campos de concentração onde iriam ser exterminados.

Por exemplo, uma vez o trem de Hitler passou ao lado de outro trem que levava os judeus aos campos de concentração. Para não os ver, o líder nazista baixou as persianas das janelas de seu vagão.

De fato, acredita-se que o ditador nunca visitou nenhum dos campos de concentração onde morreram milhões de judeus enquanto ele estava no poder. 

Além disso, Hitler evitava a todo o custo que houvesse alguma conexão entre ele e a matança de judeus, por isso destruía todos os documentos comprometedores e dava ordens apenas nas reuniões.

Por isso, no documentário se afirma que a única prova da conexão entre Hitler e o extermínio dos judeus na Alemanha é uma transcrição de uma conversa sua com o organizador do Holocausto, Heinrich Himmler.

Messerschmitt derrubado - Sputnik Brasil
'Joia' da aviação nazista era arma letal… para seus próprios pilotos
"Hitler nunca quis ser confrontado com a realidade brutal do que estava acontecendo. Ele só queria saber que estava sendo feito", disse Borman.

Curiosamente, nessa conversa com Himmler, Hitler disse que era "extremamente compassivo com os judeus", mas na mesma ocasião afirmou que "a única solução era o extermínio".

Acredita-se que o único judeu salvo por Adolf Hitler foi o doutor Eduard Bloch, que tratou o câncer de mama de que sua mãe sofria. O líder nazista até o ajudou a emigrar para os EUA em 1940.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала