Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

EUA revogam vistos de 49 autoridades venezuelanas e seus familiares

© REUTERS / Kevin LamarqueDonald Trump, presidente dos EUA faz discurso sobre a crise na Venezuela em Miami, 18 de fevereiro de 2019
Donald Trump, presidente dos EUA faz discurso sobre a crise na Venezuela em Miami, 18 de fevereiro de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O governo dos EUA revogou o direito de entrada nos Estados Unidos de 49 autoridades venezuelanas e seus familiares por causa do apoio ao presidente Nicolás Maduro. A informação foi divulgada pelo porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Palladino, em um comunicado divulgado na sexta-feira.

"Os Estados Unidos impuseram restrições de visto a indivíduos responsáveis por minar a democracia na Venezuela. Estamos aplicando essa política a numerosos funcionários alinhados a Maduro e suas famílias. Em 28 de fevereiro, revogamos os vistos de 49 indivíduos", disse Palladino.

Bandeiras do Brasil e da Rússia - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Chanceler do Brasil se diz pronto para discutir a situação na Venezuela com a Rússia
As tensões na Venezuela aumentaram no mês passado, quando o líder da oposição Juan Guaidó, apoiado pelos EUA, declarou-se presidente interino. Os Estados Unidos reconheceram imediatamente Guaidó, apreenderam bilhões de dólares em ativos de petróleo do país caribenho e ameaçaram usar uma ação militar contra o governo do presidente Nicolás Maduro.

Maduro acusou Guaidó de conspirar com os Estados Unidos para derrubar o governo legítimo do país, inclusive organizando a entrega de ajuda humanitária como parte de um plano para justificar a intervenção militar dos EUA.

Rússia, China, Cuba, Bolívia e vários outros países reafirmaram seu apoio a Maduro como o único presidente legítimo da Venezuela. As Nações Unidas também ainda reconhecem o governo de Maduro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала