Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

'Nosso general': Bolsonaro presta homenagem ao ex-ditador paraguaio Stroessner

© Fotos Públicas / Wilson Dias / Agência BrasilPresidente Eleito Jair Bolsonaro em entrevista no CCBB em Brasília
Presidente Eleito Jair Bolsonaro em entrevista no CCBB em Brasília - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente Jair Bolsonaro homenageou o ex-ditador paraguaio Alfredo Stroessner durante uma cerimônia com seu colega paraguaio Mário Abdo em Itaipu, hidrelétrica que ambos os países compartilham no rio Paraná.

Os líderes participaram da posse do novo diretor brasileiro de Itaipu, Joaquim Silva e Luna, no edifício de produção da planta em Hernandarias, a 340 km a leste de Assunção.

Em seu discurso, Bolsonaro lembrou às autoridades brasileiras que estavam à frente das negociações para o início das obras da hidrelétrica em meados dos anos 1960 e a sua construção posterior.

"Mas Marito, isso não seria suficiente se não tivéssemos desse lado um homem de visão, um estadista que sabia que o seu país, o Paraguai, só poderia continuar e progresso se tivesse energia", declarou Bolsonaro.

O presidente eleito Jair Bolsonaro chega ao Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Governo Bolsonaro inicia gestão com menor avaliação positiva que o de FHC e Lula

"Então, aqui também, meu tributo ao nosso general Alfredo Stroessner", acrescentou.

Stroessner governou o país com mão de ferro por 35 anos até 1989. Abdo é filho daquele que foi seu secretário particular e cresceu com os netos do ditador, mas desde que ele assumiu a presidência evita fazer referências públicas ao general.

Durante o período Stroessner, houve no Paraguai 59 execuções extrajudiciais, 336 desaparecidos, 18.772 torturados, e 3.470 exilados, de acordo com um relatório da Comissão da Verdade e da Justiça em 2008.

Bolsonaro e Abdo devem se reunir no dia 12 de março em Brasília para iniciar as conversações sobre Itaipu e sobre a construção de uma segunda ponte entre os dois países no rio Paraná.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала