Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Contrato do século': Rússia e China fecham acordo para helicóptero de última geração

© Sputnik / Sergey Guneev / Abrir o banco de imagensVladimir Putin visita oficialmente a República Popular da China
Vladimir Putin visita oficialmente a República Popular da China - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Rússia e a China devem assinar um acordo sobre o desenvolvimento de um helicóptero pesado de última geração, que será mais poderoso do que os fabricados nos Estados Unidos, revelou a estatal russa Rostec.

O contrato de referência deve ser assinado em dois meses após anos de duras negociações, declarou a repórteres o diretor de cooperação internacional e política regional da Rostec, Viktor Kladov, na feira Aero India, nesta quarta-feira.

"Dentro de um mês ou dois, o contrato do século com a China para o desenvolvimento conjunto, produção, produção e venda de um helicóptero pesado da próxima geração será assinado", afirmou Kladov, acrescentando que as conversações duraram quatro anos.

A nova aeronave será mais poderosa do que a Sikorsky, fabricada nos Estados Unidos, mas não deixará para trás o MI-26 russo, o maior helicóptero do mundo, com capacidade impressionante de levantamento de peso de quase 15 toneladas.

Helicóptero Mi-171A2 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Helicóptero Mi-171A2 russo inicia certificação no Brasil

Este ano, a Rússia deverá enviar o primeiro lote de 20 helicópteros leves multiusos da Ansat para a China, disse Kladov no início desta semana na exposição de defesa internacional IDEX 2019, em Abu Dhabi.

Os helicópteros, equipados com módulos médicos fabricados pela holding russa Helicopters, serão entregues à Associação de Medicina de Emergência da China. O contrato para o fornecimento de helicópteros Ansat, que pode ser usado para primeiros socorros e evacuação de emergência de pacientes, foi assinado entre os dois países na exposição Airshow China em 2018.

A rotatividade do comércio entre a Rússia e a China atingiu a maior alta de todos os tempos em janeiro, ultrapassando US$ 107 bilhões apenas um mês depois de atingir o recorde anterior de US$ 100 bilhões. A China continua sendo o principal parceiro comercial da Rússia, com o volume de comércio mútuo crescendo significativamente nos últimos anos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала